• Dani Serranú

Como se tornar um Compositor(a) de Música para Jogos

Atualizado: 12 de Nov de 2018


O que necessito para compor para jogos? Equipamentos Profissionais? Sorte? Talento? Nada disso! O que diferencia um bom compositor de jogos de alguém que está quase lá é vontade de investir no seu trabalho!


O mundo artístico é um cenário competitivo. Hollywood, a sociedade e nós mesmo nos convencemos que trabalhar com arte é uma coisa não lucrativa, díficil e que depende inteiramente do seu talento. Se você não nasceu com um dom para música? Bom, esquece. Se não toca instrumentos desde os 4 anos de idade? Totalmente cortado. Se você ja passou dos 20 e nunca escreveu um score para orquestra na sua vida? Parabéns, esse mercado não é pra você. Nos convencemos que o mercado é assim e quebrar essa barreira é o primeiro passo para tomar uma decisão que pode mudar sua vida: Tenho eu o que é necessário para ser um compositor para jogos?

Hoje eu estou aqui não para falar sobre os incríveis feitos de alguém que começou sua carreira profissional aos 15 anos de idade, ou ainda mais, de algum prodígio que escreve óperas que serão consideradas as próximas maravilhas da música clássica. Hoje eu venho falar de pessoas normais, com sonhos normais e obstáculos normais.


Eu sempre me senti muito insegura quanto a me tornar uma compositora para jogos. Em buscas por informações na internet eu não me sentia representada por nenhuma classe de compositores de jogos: todos eles pareciam heróis inalcançáveis. Ao procurar saber mais sobre o trabalho, uma coisa sempre parecia ficar clara: era necessário talento para compor, coisa que eu não tinha. Nunca havia composto nada na minha vida e começar algo tão trabalhoso depois dos 20 anos não parecia uma boa ideia.

Bem, um pouco sobre mim, eu nasci em uma familia normal: classe média do estado do Rio de Janeiro. Joguei vários jogos quando era pequena mas nunca tive um console. Nunca pensei em investir dinheiro em um videogame até estar um pouco mais velha, onde eu obtive meu primeiro console, um playstation 2. Minha escolha de aprender a tocar um instrumento, o piano, só começou depois do colégio então eu não fui criada com nenhuma formação musical. Os títulos de jogos que eu mais gostava sempre foram de plataforma e casuais, o que nunca foi considerado os jogos mais hardcores do mundo gamer, assim que eu estava em uma situação complicada. Quero me tornar uma compositora (mas nunca compus) de games (onde eu só conheço os jogos do meu nicho) e quero compor para instrumentos (que pouco conheço).

Depois de alguns meses pensando sobre o assunto eu tomei uma atitude quanto a isso: não posso saber se eu sou boa ou não em algo se eu nunca tentar. Na época, março de 2017, eu encontrei um curso no Udemy que me ajudou bastante nesse quesito. Foi nele que eu compus minha primeira melodia, que mal durava 30 segundos e se baseava em uma harpa fazendo um arpejo e uma flauta tocando 4 notas por compasso. Mas afinal, eu havia composto algo! Eu havia quebrado aquela bola de neve de insegurança de que eu nunca iria compor algo minimamente agradável. Apesar de todos os medos e inseguranças que eu tinha, eu tomei uma ação quanto a isso e tive sucesso. E hoje eu posso dizer que esse momento mudou completamente minha vida.

Menos de um mês depois da minha primeira experiência compositiva eu encontrei a Game Audio Academy do Thiago Adamo. Essa foi uma das escolhas mais decisivas para mim. Foi a partir da Game Audio Academy que eu ganhei segurança para trabalhar em novas músicas, participar de Game Jams e de compartilhar meu trabalho.


Então o que é necessário para eu me tornar um compositor ou compositora de música para games? Basicamente vontade de investir em si mesmo. O trabalho não requer talento ou qualquer tipo de dom, mas requer esforço para pesquisar, aprender e saber mais do mercado de games e como inserir-se nele.

A boa notícia é que você não precisa de um computador super potente ou equipamentos profissionais de estúdio para começar (eu comecei com um notebook de 4gb de ram). Você só precisa passar por cima das barreiras da sua própria insegurança e tentar. Música é questão de prática, sempre foi e sempre será. Se algo não saiu bem na primeira tentativa, não tem problema, tente de novo! E de novo, e de novo e de novo até que você fique satisfeito com o seu trabalho. O mais importante aqui é tentar e não desistir, porque esse será o fator diferença entre as pessoas que tem sucesso e as que não tem.


Se você está começando agora, eu te aconselho a dar o primeiro passo. Chega de teoria! É hora de praticar e compor suas primeiras músicas. Uma dica legal é sempre tentar compor para algo específico, mesmo que seja uma imagem bonita que você achou no Google, assim você treina sua habilidade de compor em cima de um tema visual. Isso te ajudará bastante no meio de composição para jogos.

Outra coisa legal é participar de Game Jams para montar seu portfólio. Além de um bom treinamento, você será obrigado a fazer músicas para um jogo específico, e depois poderá utilizar essas músicas e esse jogo para mostrar para os desenvolvedores que você tem o necessário para compor músicas para os jogos deles.

Se você já tem experiência nessa área mas não está conseguindo o tipo de atenção que queria, acho uma boa ideia investir nas suas mídias sociais. Você está passando a imagem online que gostaria de ter? Se sim, isso é incrível! Se não, considere investir um tempo em um bom website e projetos próprios que atraiam a atenção para você. Um projeto bonito e interessante é sempre muito efetivo para que as pessoas acompanhem seu trabalho.

Caso você ainda não participe de nenhum curso ou tenha interesse em aprofundar seu estudo em game audio, eu aconselho o Curso Completo da Game Audio Academy, que é super completo e trata todas habilidades necessárias para ser um compositor: música, interpretação, conversa com o cliente, marketing social e muito mais.

Para deixar tudo ainda mais claro e simples eu criei um infográfico para vocês terem acesso às "5 Coisas que vão te ajudar a ser um compositor de games".

Se você gostou desse post, curta e compartilhe, isso ajuda demais o meu trabalho e também ajuda com que mais pessoas como você tenham acesso a essa informação!


#sounddesigner #gameaudio #gameaudioacademy #mulheresnomercado #compositora #indiegames #gamemusic #music #soundtrack

©2018 by Danielle Serranú. Proudly created with Wix.com